Scientia

Noticias

Noticias

Peças arqueológicas são fonte de inspiração para artesãos

Vestígios de objetos, como fragmentos de cerâmica e de pedra, datados de cerca de dois mil anos antes de Cristo, encontrados em 85 sítios arqueológicos na área de influência direta e indireta da Mina de Juruti, são fonte de inspiração para um grupo de 20 artesãos e oleiros no curso de cerâmica do Programa de Educação Patrimonial

A primeira etapa (teórica) foi em Outubro e a segunda (prática) ocorreu entre 4 e 28 de Novembro. Os alunos se reúnem na Associação dos artesãos do Município de Juruti, sob a coordenação da Scientia Consultoria Científica e com o apoio do Projeto Pajiroba.

Com o curso, os artesãos jurutienses passaram a conhecer e a se interessar mais sobre a história do município e sobre o valor do patrimônio arqueológico da região. A capacitação preparou os alunos para a confecção de réplicas de cerâmicas e outras peças com inspiração arqueológica. Com isso a Alcoa procura valorizar os trabalhadores artesanais de sólida base histórica para garantir a sustentabilidade da riqueza cultural de Juruti.

De acordo com Levy Cardoso, importante ceramista de Belém que ministrou o curso, a iniciativa é importante porque incentiva a produção dentro de um processo histórico. “A partir desse trabalho, as cerâmicas de Juruti passaram a ter um diferencial do ponto de vista do conhecimento arqueológico. Os artesãos, hoje agregam ainda mais valor ao produto. Eles contam com uma abundância de matéria-prima, pois o solo do município é argiloso, além de conter materiais que permitem fazer a pigmentação das peças”, explica.

Peças arqueológicas são fonte de inspiração para artesãos

FONTE: Peças arqueológicas são fonte de inspiração para artesãos. Gente em ação, Alcoa, n. 79, dez. 2008.

Incentivo a iniciativas científicas, culturais e educativas

  • Apoio ao 4º Congresso Brasileiro de Avaliação de Impacto – 4º CBAI, que aconteceu no período de 22 a 26 de Outubro de 2018, na cidade de Fortaleza (CE). Link
  • Parceria com o Clubinho da Tartaruga do Programa Quelônios da Amazônia, desenvolvido pelo Instituto Chico Mendes para a Biodiversidade.
  • Apoio parcial ao XVII Seminário de Iniciação Científica do Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG/MCT), Belém, 2009.
  • Apoio parcial ao II Encontro da Regional Sudeste da Sociedade de Arqueologia Brasileira - SAB Sudeste, Rio de Janeiro, 2009.
  • Apoio parcial ao VI Encontro da Sociedade Brasileira de Arqueologia - SAB Sul, Florianópolis, 2008.
  • Apoio parcial ao XVI Seminário de Iniciação Científica do Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG/MCT), Belém, 2008.
  • Apoio parcial ao Seminário de Resíduos Sólidos, Coleta Seletiva Solidária e Responsabilidade Socioambiental do Museu Paraense Emílio Goeldi, Belém, 2008.
  • Apoio parcial ao Seminário do Programa de Coleta Seletiva Solidária, Belém, 2008.
  • Apoio parcial à publicação da revista Vestígios: Revista Latino-Americana de Arqueologia Histórica, v.2, n.2, jul./dez. 2008.
  • Apoio parcial ao XV Seminário de Iniciação Científica do Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG/MCT), Belém, 2007.
  • Apoio parcial ao Evento Comemorativo ao Ano Internacional do Planeta Terra: Água e Meio Ambiente na Amazônia do Museu Paraense Emílio Goeldi. Belém, 2007.
  • Apoio parcial à publicação da revista da Sociedade de Arqueologia Brasileira – SAB, v.14/15, 2003.

Últimas Notícias

08/2014

Making of ...

RS Web Interactive: agenciars.com.br