Scientia

Noticias

Noticias

Material paleontológico é resgatado nas áreas do canteiro e reservatório

Capacitação valoriza patrimônio arqueológicoO trabalho de monitoramento das escavações no canteiro de obras da UHE Santo Antônio, realizado pela equipe de paleontologia do Programa de Preservação do Patrimônio Paleontológico da concessionária desde o início da construção da Usina Hidrelétrica, rendeu a descoberta recente de restos paleobotânicos e de megafauna em áreas atingidas pela obra.
Em março de 2009, foi encontrado um sítio paleobotânico, na área do eixo da barragem (ensecadeira). Durante cinco meses, cerca de 200 amostras de restos vegetais, como folhas, troncos e sementes foram retiradas do local e encaminhadas para classificação e estudo no laboratório da Scientia Consultoria Científica (escritório Porto Velho), parceira da Santo Antônio Energia. Resultados preliminares indicam a presença, nesse sítio, de folhas pertencentes à família da goiaba.

Capacitação valoriza patrimônio arqueológicoJá em julho, aproveitando o período de seca na região amazônica, a equipe iniciou o levantamento estratigráfico (ramo da geologia que estuda a sucessão das camadas ou estratos que aparecem num corte geológico) do potencial paleontológico nas margens do rio Madeira, no trecho entre a Cachoeira de Santo Antônio e a Cachoeira de Morrinhos. Essa área compreende parte do futuro reservatório da hidrelétrica. Segundo a paleontóloga da Scientia Ednair Rodrigues do Nascimento, o local possui diversas áreas de acúmulo de rejeitos de dragas de mineração de ouro, onde foram achados fósseis de megafauna que, acredita-se, habitaram a região há cerca de 27 mil anos. “Encontramos ossos de mastodontes (parentes dos mamutes e dos elefantes atuais) e de preguiças gigantes que alcançavam até cinco metros de altura e seis de comprimento”, destaca. Aproximadamente 150 peças foram retiradas da área, que também possuía restos vegetais.
Após o término da classificação e datação, o material resgatado será encaminhado para a Universidade Federal de Rondônia (Unir), onde ficará à disposição para estudos e pesquisas.

FONTE: Material paleontológico é resgatado nas áreas do canteiro e reservatório. nov. 2009.

Disponível em: hhttp://www.scribacomunicacao.com.br/mesa/news/037/

Incentivo a iniciativas científicas, culturais e educativas

  • Apoio ao 4º Congresso Brasileiro de Avaliação de Impacto – 4º CBAI, que aconteceu no período de 22 a 26 de Outubro de 2018, na cidade de Fortaleza (CE). Link
  • Parceria com o Clubinho da Tartaruga do Programa Quelônios da Amazônia, desenvolvido pelo Instituto Chico Mendes para a Biodiversidade.
  • Apoio parcial ao XVII Seminário de Iniciação Científica do Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG/MCT), Belém, 2009.
  • Apoio parcial ao II Encontro da Regional Sudeste da Sociedade de Arqueologia Brasileira - SAB Sudeste, Rio de Janeiro, 2009.
  • Apoio parcial ao VI Encontro da Sociedade Brasileira de Arqueologia - SAB Sul, Florianópolis, 2008.
  • Apoio parcial ao XVI Seminário de Iniciação Científica do Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG/MCT), Belém, 2008.
  • Apoio parcial ao Seminário de Resíduos Sólidos, Coleta Seletiva Solidária e Responsabilidade Socioambiental do Museu Paraense Emílio Goeldi, Belém, 2008.
  • Apoio parcial ao Seminário do Programa de Coleta Seletiva Solidária, Belém, 2008.
  • Apoio parcial à publicação da revista Vestígios: Revista Latino-Americana de Arqueologia Histórica, v.2, n.2, jul./dez. 2008.
  • Apoio parcial ao XV Seminário de Iniciação Científica do Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG/MCT), Belém, 2007.
  • Apoio parcial ao Evento Comemorativo ao Ano Internacional do Planeta Terra: Água e Meio Ambiente na Amazônia do Museu Paraense Emílio Goeldi. Belém, 2007.
  • Apoio parcial à publicação da revista da Sociedade de Arqueologia Brasileira – SAB, v.14/15, 2003.

Últimas Notícias

08/2014

Making of ...

RS Web Interactive: agenciars.com.br