Scientia

Noticias

Noticias

1ª Oficina de Modelagem Cerâmica – Associação das Mulheres Trabalhadoras de Juruti (AMTJU)

A 1ª oficina de argila com a AMTJU foi realizada entre os dias 19 de Outubro e 4 de Novembro de 2009, contando com 32 participantes, dentre os quais 9 eram adolescentes entre 13 e 17 anos de idade.


O local de realização foi a Comunidade São Paulo, que contou com a maioria de participantes, mas atendeu também a Comunidade Santo Antonio e Nova Esperança.


As comunidades participantes se mostraram empolgadas em “aprender uma coisa que eu ainda não vi” usando as palavras da comunitária Maria de Jesus, participante da oficina, embora a pratica de produção cerâmica estivesse presente no cotidiano de alguns deles.


Os artistas prestigiaram uma pequena amostra dos fragmentos resgatados dos Sítios Terra Preta 1 e 2 expostos para introdução a arqueologia e observação das técnicas de produção dos povos antigos da região, Konduris e Pocós.


O aprendizado, facilitado pelo ceramista paraense Levy Cardoso, envolveu novas técnicas de produção cerâmica como a de placas e modelagem; experimentação com outras matérias-primas como caroço de tucumã queimado, caroço de inajá, uruará (casa de cupim queimada), uso de tabatinga (barro branco) como tempero, além do tradicional caripé (árvore cuja casca é rica em sílica). Foram desenvolvidas tintas com urucum, cumatê, tabatinga, casca de azeitoneira, mangarataia amarela (gengibre) e óxido de ferro, todos de origem natural.


Ao final do curso, as vasilhas resultantes produzidas foram expostas e vendidas em evento programado pela associação junto a parceiros como a Alcoa, Scientia e Secretaria Municipal de Educação (SEMED).

Cerâmicas de Juruti

Vasilha cerâmica em confecção

Cerâmicas de Juruti.

Encerramento com exposição

Incentivo a iniciativas científicas, culturais e educativas

  • Apoio ao 4º Congresso Brasileiro de Avaliação de Impacto – 4º CBAI, que aconteceu no período de 22 a 26 de Outubro de 2018, na cidade de Fortaleza (CE). Link
  • Parceria com o Clubinho da Tartaruga do Programa Quelônios da Amazônia, desenvolvido pelo Instituto Chico Mendes para a Biodiversidade.
  • Apoio parcial ao XVII Seminário de Iniciação Científica do Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG/MCT), Belém, 2009.
  • Apoio parcial ao II Encontro da Regional Sudeste da Sociedade de Arqueologia Brasileira - SAB Sudeste, Rio de Janeiro, 2009.
  • Apoio parcial ao VI Encontro da Sociedade Brasileira de Arqueologia - SAB Sul, Florianópolis, 2008.
  • Apoio parcial ao XVI Seminário de Iniciação Científica do Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG/MCT), Belém, 2008.
  • Apoio parcial ao Seminário de Resíduos Sólidos, Coleta Seletiva Solidária e Responsabilidade Socioambiental do Museu Paraense Emílio Goeldi, Belém, 2008.
  • Apoio parcial ao Seminário do Programa de Coleta Seletiva Solidária, Belém, 2008.
  • Apoio parcial à publicação da revista Vestígios: Revista Latino-Americana de Arqueologia Histórica, v.2, n.2, jul./dez. 2008.
  • Apoio parcial ao XV Seminário de Iniciação Científica do Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG/MCT), Belém, 2007.
  • Apoio parcial ao Evento Comemorativo ao Ano Internacional do Planeta Terra: Água e Meio Ambiente na Amazônia do Museu Paraense Emílio Goeldi. Belém, 2007.
  • Apoio parcial à publicação da revista da Sociedade de Arqueologia Brasileira – SAB, v.14/15, 2003.

Últimas Notícias

08/2014

Making of ...

RS Web Interactive: agenciars.com.br